quinta-feira, 20 de julho de 2017

Cantor Monstro faz show de lançamento do álbum "Solar", na Casa da Mancha

O cantor Monstro se apresenta na Casa da Mancha neste domingo (Foto: Divulgação).

Monstro é o pseudônimo do cantor, compositor e tecladista pernambucano Leo Barbalho. Nascido em Recife e radicado em São Paulo desde 1998, o artista lançou neste ano seu primeiro trabalho solo intitulado "Solar".

O disco foi gravado no Estúdio Casa da Árvore, na Cantareira, produzido e masterizado por Pedro Penna, mixado por Fernando Iannim e pré e co-produzido por Monstro. O álbum tem 10 músicas autorais, cinco delas compostas em parceria com Lulina e com participações de Missionário José (baixo), Hurso Ambrifi (baixo), Pedro Falcão (bateria), André Édipo (guitarra), Gabibelô (voz), Guga Machado e Rafael Mota (percussões), Bruno Serroni (cello), Pedro Araújo (sax e flauta), Rodolfo Guilherme (Trompete), Diego Calderoni (trombone) e arranjos de metais de Henrique Guimarães.

Um dos sucessos do CD, "Analog Days", já tem um videoclipe que foi gravado e editado pelo próprio cantor.

O show de estreia de "Solar" será neste domingo (23/07), às 19h na Casa da Mancha. Monstro se apresentará ao lado de Bianca Predieri  (bateria), Tomaz Magalhães (guitarra) e Katu (baixo, flauta e trompete). No repertório, canções do disco e de outros músicos contemporâneos nacionais.

Para maiores informações sobre o cantor, entre no link a seguir: Monstro.

Informações do Show

Local: Casa da Mancha
Endereço: Rua Felipe de Alcaçova, s/n - Pinheiros
Data: 23/07 às 19h
Ingressos: R$ 25,00

Monstro - Analog Days

terça-feira, 18 de julho de 2017

Viagem sonora: a proposta de Lucas Santanna em novo álbum "Modo Avião"

 "Modo Avião" - novo disco de Lucas Santanna (Foto: Divulgação).

O cantor e compositor baiano Lucas Santanna, lançou recentemente o álbum "Modo Avião" (2017, Natura Musical). São dez composições inéditas, a duração das faixas é de aproximadamente trinta minutos ouvidas separadamente e incluindo sons ambientes e conversas que o cantor coletou durante voos, chega a pouco mais de quarenta minutos.

O disco traz uma reflexão sobre a correria cotidiana na qual deixamos escapar momentos importantes, relações "ao vivo" por conversas em redes sociais. No verso da música que dá nome ao CD, Lucas expõe justamente esse pensamento sobre o modo em que a sociedade está conduzindo suas vidas: "No olhar, no falar, no sorrir/ A felicidade ali em seus gestos tão simples/ Não teclar, não atender, não ter que ir/ Alguém pode desligar esse mundo um instante/ Coloca aí no modo de voo".

O artista propõe essa ideia de colocar o mundo no "modo de voo" para que as pessoas interajam entre si, possam ouvir e falar sem a intervenção de aparelhos eletrônicos.

Em um dos intervalos entre as músicas, o cantor fala sobre questões complexas do nosso tipo de conexão com as demais pessoas: "[...] Não importa onde você esteja, a humanidade segue submersa no atoleiro de carícias simuladas, onde o movimento monolítico de lucratividade apenas alimenta o capitalismo voraz cada vez mais ininterrupto, vinte e quatro horas por dia, sete dias na semana, transnacionalmente por sobre ruas barulhentas demais, pessoas orgulhosas por estarem sempre ocupadas demais, conectadas demais e ao mesmo tempo tão longe uma das outras, representadas por perfis e avatares em telas de LCD. Enquanto esses clones interagem a distância, onde estarão suas almas? Essa caminhada pelas ruas que você vê amanhecer pela primeira vez te desperta esse tipo de pensamento. A sua mente vaga e você coloca os seus fones de ouvido para se livrar dos barulhos da cidade."

Lucas Santanna nos leva por uma viagem sonora de altíssima qualidade e junto dele há a co-produção e os sintetizadores do músico baiano Fábio Pinczowski (Ludov, Hélio Flanders) e arranjos de cordas assinados por Marcelo Cabral (Criolo, Rodrigo Campos). 

Para saber mais sobre o cantor, entre no link a seguir: Lucas Santanna.


Lucas Santanna - Modo Avião

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Felipe de Vas e Lili Buarque cantam no centro cultural FIESP

Domingo na Paulista apresenta Felipe de Vas e Lili Buarque (Foto: Divulgação).

Os cantores alagoanos Felipe de Vas e Lili Buarque se apresentam no centro cultural FIESP neste domingo (16/07). O show começa as 13h e a entrada é gratuita.

Felipe é cantor, compositor, poeta e lançou seu primeiro álbum intitulado "Gravidade" em 2015.

Lili é cantora, compositora e escrevia poesias quando criança. Em 2015, lançou "Sereno", seu primeiro disco.

O duo soma suas experiências musicais e traz um repertório que ressalta a MPB; com a banda completa tocam suas composições autorais e releituras de renomados cantores brasileiros como Marisa Monte e Caetano Veloso e consagrados artistas internacionais, como Amy Winehouse. Os cantores também mostram canções alagoanas com o objetivo de colocar em pauta a força do som.

Para saber mais, entre nos links a seguir: Felipe de Vas / Lili Buarque.


Informações do Show

Local: Centro Cultural Fiesp - Ruth Cardoso (na calçada do edifício Fiesp/ Sesi)
Endereço: Av. Paulista, 1313 - Cerqueira César, São Paulo - SP, 01311-200
Data: 16/07 às 13h
Ingressos: Gratuito
Classificação: Livre

Felipe de Vas - Gravidade

Lili Buarque - Você Nem Viu


terça-feira, 11 de julho de 2017

Kell Smith chama atenção com letras empoderadas de seu primeiro EP

Kell Smith faz sucesso com músicas de seu álbum homônimo (Foto: Divulgação).

Kell Smith no ínicio de 2017 lançou seu primeiro EP, contendo quatro canções inéditas. A cantora logo chamou atenção com o hit "Respeita as Mina", divulgado no Dia Internacional das Mulheres. A música traz uma letra potente que fala sobre os direitos das mulheres, mesclando em suas notas MPB e hip-hop.

A cantora tem como primeiras influências musicais as canções do gênero gospel, depois conheceu a MPB por influência de seu pai e mais tarde o rap.

Além do hit já citado, a cantora desponta no mercado fonográfico com a música "Era uma vez", é possível ouví-la em diversas emissoras de rádio. Essa canção tem um tom mais idílico, como o próprio título já nos leva a pensar nas histórias infantis. A canção fala dos sonhos que alimentamos e as dificuldades em crescer e enfrentar os problemas: "Era uma vez/ O dia em que todo dia era bom/ Delicioso gosto e o bom gosto das nuvens serem feitas de algodão/ Dava pra ser herói no mesmo dia em que escolhia ser vilão/ E acabava tudo em lanche [...] É que a gente quer crescer/ E quando cresce quer voltar do início/ Porque um joelho ralado dói bem menos que um coração partido."

Dona de uma voz forte, Kell despertou a atenção do produtor Rick Bonadio, que a convidou para fazer parte de sua produtora "Midas Music".

Bonadio ficou responsável pelos arranjos e harmonias do EP e Kell Smith pelas composições. A parceria segue e promete gerar ótimos trabalhos.


Para ficar por dentro das novidades sobre a cantora, entre no link a seguir: Kell Smith.


Kell Smith - Respeita as Mina


Kell Smith - Era uma vez


quinta-feira, 6 de julho de 2017

O cantor paraense Jaloo é uma das atrações do Festival Contrapedal no CCSP

Jaloo se apresenta no CCSP neste domingo (Foto: Divulgação).

O cantor Jaloo se apresenta neste domingo (09/07), na Sala Adoniran Barbosa no Centro Cultural São Paulo. O show começa as 18h e a entrada é gratuita.

Em Montevidéo, no Uruguai, o Festival Contrapedal já acontece há dez anos; em São Paulo estreia nos dias 08 e 09 de Julho. O evento explora diversas linguagens, como artes visuais, cinema, gastronomia e música e a programação tem como foco a nova produção artística da América Latina.

A programação musical do evento é inteiramente gratuita e está divida entre o CCSP e o Centro Cultural Rio Verde. 

O Centro Cultural Rio Verde recebe na noite de sábado as bandas Muntchako (Brasil), MULA (República Dominicana), Dani Umpi (Uruguai), e a cantora Linn da Quebrada, com a participação especial de MC Xuxu.

No CCSP além do show do cantor Jaloo, na Sala Adoniran Barbosa, há apresentações de Baleia, Franny Glass (do Uruguai) e Mateo Kingman (do Equador). No Jardim Suspenso, as atrações são Pancho Valdez (da Bolívia) e Patricktor4.

Para ver a programação completa do evento, entre no link a seguir: festcontrapedal.com.


Informações do Show

Local: Centro Cultural São Paulo
Endereço: Rua Vergueiro, 1000, Paraiso
Data: 09/07 às 18h 
Ingressos: Entrada gratuita


Jaloo - Chuva


Jaloo - Insight

terça-feira, 4 de julho de 2017

Lucas Seixas: Cantor baiano lança álbum de estréia intitulado "A Ilha"

Álbum "A Ilha" - estréia do cantor Lucas Seixas

O cantor e compositor baiano Lucas Seixas, 25 anos, formado em Comunicação pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), começou a tocar violão em 2010.

Lucas tinha algumas composições guardadas, criou uma conta na rede social Instagram e passou a postar trechos de suas canções. Em 2016 recebeu o convite da cantora Tiê para cantar em seu show, no projeto Caixa Cultural Salvador. A partir dessa apresentação o cantor teve coragem e decidiu concretizar o sonho de lançar seu disco. Ele colocou o projeto na plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria e após reunir 185 colaboradores fez nascer seu primeiro CD solo, intitulado "A Ilha".

Em 2017, o álbum foi lançado contendo 12 faixas autorais e conta com a participação da cantora e compositora Tiê na música "Sim" e do maestro Carlos Prazeres em "Princesa".

O disco fala sobre amor, dor, encontros e desencontros. Lucas põe em pauta sentimentos universais e acontecimentos pertinentes a vida, como os ciclos de chegadas e partidas que ocorrem nos relacionamentos. No CD tem o uso constante dos instrumentos de cordas, o toque do violão é perceptível na maioria das faixas, funcionando como uma marca do cantor, já que nas redes sociais ele postava suas músicas geralmente voz e violão.


Ouça agora

quinta-feira, 30 de março de 2017

Show: Anelis Assumpção e Os Amigos Imaginários - Part. Especial Liniker

Show no Auditório Ibirapuera de Anelis Assumpção com participação especial de Liniker (Foto: Julia Braga).

A cantora e compositora Anelis Assumpção mescla influências de reggae, afrobeat, rap, samba e bossa nova. Ela Iniciou sua carreira musical em 2001, como vocalista da banda de Itamar Assumpção. Fez parte do grupo Dona Zica. Em 2011, lançou o CD "Sou suspeita, Estou Sujeita, Não Sou Santa" e em 2014, "Anelis Assumpção e os Amigos Imaginários".

Neste domingo (02/04), Anelis acompanhada da Banda Amigos Imaginários se apresenta no Auditório Ibirapuera com a participação especial de Liniker. No repertório do show haverá as músicas dos dois discos da cantora.


Para maiores informações sobre a agenda de shows, entre no link abaixo:
www.anelisassumpcao.com.


Informações do Show

Local: Auditório Ibirapuera
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, Portão 3 - Ibirapuera
Data: 02/03 às 19h
Ingressos: R$ 20,00



Anelis Assumpção e os Amigos Imaginários - Declaração

Anelis Assumpção - Sonhando